Direto do release: Mauricio de Sousa participa de abertura do XXI Congresso Pan-Americano da Criança e do Adolescente

Direto do release: Mauricio de Sousa participa de abertura do XXI Congresso Pan-Americano da Criança e do Adolescente

Ao lado dos adolescentes Maria Caroline Moura e Gabriel Oliveira e da secretária Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Angelica Goulart, o desenhista Mauricio de Sousa participou da abertura do XXI Congresso Pan-Americano da Criança e do Adolescente, realizada ontem (9/12), em Brasília. Um dos principais temas do evento é a violência contra as crianças e jovens. Como presidente do Instituto Mauricio de Sousa, cuja causa é a defesa da infância, Mauricio agradeceu a oportunidade de aprender com os adolescentes de países da América do Norte à América do Sul que participam dos debates. 



O evento acontece de 10 a 12 de dezembro. A sede do Congresso é o Centro de Eventos e Convenções Brasil 21 (Setor Hoteleiro Sul, Quadra 06, Lote 01, Conjunto A). Na cerimônia de abertura, o presidente do Instituto Mauricio de Sousa falou sobre projetos sociais para a infância conduzidos pela organização. Desde 1997, o Instituto promove programas e ações nas áreas de cultura, construção do conhecimento, saúde, cidadania, esportes, artes, preservação do meio ambiente e inclusão.


Em sua fala, o desenhista abordou a preocupação do Instituto com a garantia dos direitos consolidados há 24 anos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, sendo que 26 milhões de gibis sobre o ECA já foram distribuídos pela instituição. “É importante que as crianças conheçam seus direitos” afirmou Mauricio.
Os personagens Dorinha, deficiente visual, Luca, cadeirante, e a recém-criada Tati, com síndrome de Down, também foram temas do discurso de Mauricio de Sousa, que falou sobre a inclusão de personagens com deficiência nos gibis e a importância da acessibilidade para crianças, citando o exemplo do Cine Gibi, que apresenta versões em LIBRAS e em audiodescrição de animações com a Turma da Mônica. Além disso, ele destacou a presença de personagens da Turminha em campanhas do Unicef e da Organização Pan-Americana da Saúde.

Na ocasião, Mauricio de Sousa também apresentou projeto em parceria com o novo Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Rio (Degase), para o qual foram produzidos materiais informativos sobre o trabalho de recuperação de adolescentes em conflito com a lei. “Nosso objetivo com esse trabalho é contribuir para esclarecer os próprios adolescentes e a sociedade em geral, já que o preconceito cerca o assunto. E o preconceito é uma das maiores violências que se podem cometer contra um cidadão, ainda mais um cidadão em formação, como a criança e o adolescente” enfatizou. Mauricio citou também a parceria com a Controladoria Geral da União no projeto “Um Por Todos e Todos Por Um! Pela ética e cidadania!”, que levou às escolas ações educativas para formação moral e ética.

Com o título “Infância e adolescência: construindo ambientes de paz”, as atividades do Congresso se iniciam nesta quarta-feira e abordam três temas principais: “25 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança: construindo ambientes de paz”; adolescentes em conflito com a lei e Sistemas de Responsabilidade Penal; e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

As atividades resultarão na entrega de uma resolução unificada com propostas e alinhamentos de apoio aos Estados na promoção de um trabalho a favor dos direitos das crianças e adolescentes.
Nos três dias de Congresso, acontece também o II Fórum Pan-Americano da Criança e do Adolescente, um espaço onde crianças e adolescentes expõem opiniões sobre questões debatidas pelas autoridades durante o evento.
Autoridades da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, do Instituto Interamericano da Criança e do Adolescente (IIN) e da Organização dos Estados Americanos (OEA) participam do evento. Crianças e adolescentes representantes dos países americanos, convidados especiais e especialistas na temática infância também estarão presentes.

Sobre o Instituto Mauricio de Sousa

Fundado em 1997, o Instituto Mauricio de Sousa é uma entidade sem fins lucrativos, qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP, que tem por finalidade o desenvolvimento humano, a diminuição dos níveis de exclusão e desigualdade social, a criação de condições e oportunidades para que as futuras gerações possam desenvolver plenamente seu potencial como pessoas, cidadãos e futuros profissionais, sendo seus objetivos alcançados por meio de ações e projetos nas áreas de cultura, construção do conhecimento, saúde, cidadania, esportes, artes, preservação do meio ambiente e inclusão.

Fonte: JalComunicação/WayComunicações

Entre em Contato com o Mundo HQ

Seu endereço de email não será divulgado, porém, deverá ser um e-mail válido para obter a resposta. Campos obrigatórios são marcados*